top of page

Quando usar bandas ortodônticas

As bandas ortodônticas são componentes passivas fundamentais em muitos tratamentos ortodônticos, especialmente nos casos em que se requer ancoragem adicional.


Quando usar bandas ortodônticas

Créditos: Forestadent


Apesar da evolução das bases maiores e retentivas dos tubos, as bandas continuam a desempenhar um papel essencial em determinadas situações. Vamos explorar quando e porque se devem considerar o uso de bandas ortodônticas.

 

As bandas ortodônticas são anéis de metal que se colocam habitualmente nos dentes molares e pré-molares. São cimentadas directamente nos dentes e possuem acessórios por lingual e vestibular, como os tubos e os cleats. Estes ajudam a segurar os arcos e outros dispositivos ortodônticos. A sua principal função é fornecer um ponto de ancoragem adicional para as movimentações dentárias.

 

Indicações Clínicas

 

Necessidade de Ancoragem Adicional

Bandas são preferidas em situações onde é necessário um nível maior de ancoragem. Isso inclui tratamentos que envolvem forças elevadas, como as expansões rápidas do palato ou correcções de classe II e III severas.

 

Resistência a Forças Elevadas

Em tratamentos que envolvem o uso de dispositivos auxiliares, como os aparelhos extraorais (headgear), as bandas oferecem maior resistência e estabilidade em comparação com os tubos de cimentação directa.

 

Ortodontia Interceptiva

Especialmente no tratamento de pacientes mais jovens, as bandas são frequentemente utilizadas em combinação com aparelhos para expandir o palato e outras correcções. As bandas garantem que não haja descimentação e os aparelhos permaneçam bem posicionados durante o período necessário para o tratamento.

 

Quando usar bandas ortodônticas

Créditos: Ortho Arch



Considerações na Colocação de Bandas Ortodônticas

 

Selecção do Tamanho Adequado

A selecção precisa do tamanho das bandas é essencial para evitar desconforto no paciente e lesões gengivais. Devem ser ajustadas de forma a proporcionar uma ancoragem segura, mas sem exercer pressão excessiva sobre os dentes e tecidos adjacentes.

 

Cimentação Adequada

A técnica de cimentação deve garantir que as bandas fiquem firmemente cimentadas aos dentes através da utilização de cimentos específicos para bandas (exemplo: Ultraband Lok), minimizando o risco de descimentação. Devem também ser compostos por produtos que evitem as cáries. Cimentos com flúor podem ajudar a prevenir a desmineralização do esmalte ao redor das bandas.

 

Manutenção e Higiene

As bandas são mais propícias à acumulação de placa e alimentos, pelo que é necessário instruir os pacientes sobre a boa higiene oral ao redor das bandas. A limpeza profissional regular e o uso de dispositivos auxiliares, como o fio dentário, são recomendados.

 

Embora as bandas ortodônticas possam parecer uma tecnologia mais antiga, elas continuam a ser uma opção indispensável em muitos planos de tratamento ortodôntico. A sua utilização deve ser considerada com base nas necessidades específicas de ancoragem de cada caso, sempre com o objectivo de proporcionar um tratamento mais eficaz e confortável para o paciente.




 

Fontes:

  • Kokich, V. G., & Spear, F. M. (1997). Guidelines for managing the orthodontic-restorative patient. Seminars in Orthodontics, 3(1), 3-20.

  • Proffit, W. R., Fields, H. W., & Sarver, D. M. (2018). Contemporary Orthodontics. Elsevier Health Sciences.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page